The BELLA Programme usa cookies para te oferecer a melhor experiência possível na web.

Ao continuar a usar este site, você concorda em que armazenemos e acessemos cookies em seu dispositivo. Por favor, certifique-se de ler a Política de Cookies. Learn more

I understand

A conectividade da BELLA está trazendo benefícios para a pesquisa em Física de Altas Energias

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Em setembro de 2021, assistimos ao lançamento oficial de BELLA, o novo elo transcontinental que interliga os backbones das redes de pesquisa na Europa (GÉANT) e na América Latina (RedCLARA). O evento de inauguração aconteceu online em TICAL, a conferência anual da RedCLARA.

(Por Mario Reale y Rosanna Norman, de GÉANT) A inauguração foi acompanhada por demonstrações ao vivo sobre o uso da conectividade BELLA e como ela beneficiará as comunidades de pesquisa científica em ambos os continentes. Em particular, uma demonstração (veja o vídeo abaixo) ilustrou o uso da nova ligação direta 100G entre Fortaleza no Brasil e Sines em Portugal pelos pesquisadores na área de Física de Altas Energias (HEP, por sua sigla em inglês), sem dúvida uma das comunidades científicas mais exigentes em termos de uso de rede.

Através da contribuição fundamental da RNP (NREN brasileira), FCCN (NREN portuguesa), RedCLARA e GÉANT, e do envolvimento direto dos centros de pesquisa HEP, SPRACE (São Paulo, Brasil) e LIP (Lisboa, Portugal) em cooperação com a infraestrutura computacional do INCD (Lisboa, Portugal), foi alcançada uma transferência de dados ponta a ponta sustentada em 100G, demonstrando como a nova conectividade permite velocidades de transferência de dados 10 vezes maiores do que as permitidas pela rota anterior que conectava a Europa e América Latina através da América do Norte.

Em particular, os dois centros de dados de nível 2 da Worldwide Large Hadron Collider Computing Grid (WLCG), SPRACE e LIP-INCD, foram diretamente ligados a 100G, e os conjuntos de dados da experiência CMS no CERN foram transferidos de disco para disco de Portugal para o Brasil, e vice-versa, usando o GridFTP, um protocolo de transferência de arquivos amplamente utilizado no HEP.

WLCG representa uma infraestrutura de computação em grade distribuída com mais de 170 locais em todo o mundo (em 40 países), fornecendo recursos de computação que totalizam mais de 300.000 núcleos e 500 PB de armazenamento de dados distribuídos, com mais de 2 milhões de trabalhos de computação por dia e é suportado por os links internacionais de redes de pesquisa em todo o mundo.

A demonstração HEP permitiu verificar a redução significativa do Round Trip Time (RTT) entre o SPRACE e o INCD, confirmando uma redução do RTT de 254 ms para 106 ms, passando da antiga para a nova rota transcontinental (BELLA).

“A nova conexão intercontinental da BELLA nos permitirá olhar com confiança para a nova evolução do LHC. O vasto fluxo de dados que precisaremos transferir entre a Europa e a América Latina será apoiado por um link de alta capacidade que nos permitirá gerenciar o aumento esperado de recursos de computação e armazenamento que o High Luminosity LHC exigirá no futuro - ao redor 20 vezes os valores atuais ”, diz Sergio Novaes, Pesquisador Responsável do projeto SPRACE e físico de altas energias do CMS.

“Com o constante espírito de colaboração, resolução e rapidez, a FCCN e a GÉANT conseguiram fazer um upgrade do link de peering entre a rede de investigação portuguesa e o backbone europeu de 40G para 100G, e um upgrade do link entre o INCD e a FCCN em Lisboa permitindo-nos assim criar a demo HEP BELLA mostrando a disponibilidade de maior capacidade para redes de investigação em todo o mundo nos próximos anos ”, concordam Jorge Gomes do LIP e Pedro Lorga da FCCN.

A transferência de dados com suporte 100G também foi possibilitada pela atualização da conectividade do data center da Universidade Estadual Paulista e pelo suporte constante, eficaz e eficiente de RedCLARA, RNP e da Rede de Pesquisa e Ensino de São Paulo (Rednesp).

Rogerio Iope, da Universidade Estadual Paulista (Unesp) fecha: “Com a atualização da infraestrutura de última milha entre nosso data center e o provedor de rede R&E Rednesp, e graças aos links rapidamente estabelecidos com RNP e RedCLARA, obtivemos um throughput sustentado de transferência de dados de cerca de 100 Gbps entre dois pares de servidores high-end instalados no SPRACE e LIP, o que mostra de fato um aumento de um fator de cerca de 10 em relação ao throughput alcançado antes da conectividade da BELLA entrar em operação ”.

 Assista à demo em https://youtu.be/ksZdQxHtxdI

Reconhecimento

BELLA é financiado pela União Europeia através do programa Horizonte 2020 ao abrigo da convenção de subvenção número 731505 - DG CNECT (BELLA-S1); por DG INTPA, ao abrigo do contrato de subvenção LA / 2016 / 376-534 (BELLA-T), e por DG DEFIS.

Contato

Para mais informações sobre BELLA, entre em contato conosco:

Europa: info@geant.org

América Latina: redclara_comunica@redclara.net

© Copyright 2017 . All Rights Reserved