The BELLA Programme usa cookies para te oferecer a melhor experiência possível na web.

Ao continuar a usar este site, você concorda em que armazenemos e acessemos cookies em seu dispositivo. Por favor, certifique-se de ler a Política de Cookies. Learn more

I understand
Começou o Hackathon BELLA, a primeira atividade bicontinental de inovação para promover o uso de dados de observação da terra

Começou o Hackathon BELLA, a primeira atividade bicontinental de inovação para promover o uso de dados de observação da terra

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Com a participação de 53 grupos de pesquisa da Europa, América Latina e Caribe, iniciou-se o Hackathon BELLA: Desenvolvimento de Inovação Copernicus, uma atividade organizada pela RedCLARA e pelo projeto BELLA II, com o objetivo de promover o uso dos dados do programa de observação da Terra da União Europeia (UE), Copernicus, em ambas as regiões.

A cerimônia de lançamento foi realizada de forma híbrida na terça-feira, 4 de julho: presencialmente, decorreu nos escritórios da rede nacional espanhola de investigação e educação, RedIRIS, e virtualmente, numa videoconferência que reuniu mais de 100 pessoas. Estiveram presentes na sessão representantes das organizações envolvidas no Hackathon, como Joselyn Vargas, Assistente de Projetos da União Europeia na Costa Rica, Stephane Ourevitch, Diretor de Projetos da Direção Geral do Mercado Interno, Indústria, Empreendedorismo e PMEs (DG GROW) da UE / Copernicus Support Office, Alberto Pérez, Diretor Executivo da RedIRIS, Enzo Capone, Chefe de Apoio à Pesquisa da GEÁNT, e Luis Eliécer Cadenas, Diretor Executivo da RedCLARA.

Na opinião de Ourevitch, o Hackathon demonstra a força da América Latina e do Caribe em liderar ações para o uso do Copernicus. “O programa tem alcance e impacto global em áreas como mudanças climáticas, gestão de emergências, previsões de qualidade do ar e da água, entre outras. Hoje, com o apoio da RedCLARA, está se expandindo para todo o continente, com o poder de tocar muitos pesquisadores e redes. Há um efeito multiplicador, resultado da aliança com RedCLARA e BELLA, que me faz pensar que estamos alcançando um patamar superior para enfrentar os desafios da região”, afirmou.

Especificamente, o Hackathon busca propor soluções inovadoras e criativas para os desafios colocados em duas notas conceituais vencedoras do BELLA Ideathon, realizado em março deste ano: "Satellite Data Interpreter - SADAI (SAD - Decision Support System + AI - Intelligence Artificial)" e “Plataforma de visualização e interpretação de dados climáticos para promover a agricultura familiar em países da América Latina”. Os grupos geradores dessas propostas fizeram uma apresentação detalhada das mesmas durante o lançamento do Hackathon.

Durante o período do evento, que termina no dia 31 de julho, os grupos inscritos selecionarão um desses desafios e trabalharão em seu desenvolvimento inovador. Haverá sessões síncronas e assíncronas que permitirão o desenvolvimento de uma agenda com espaços de formação e mentoria para os participantes e espaços para a construção dos produtos finais. O resultado de cada grupo será um produto final que mostra o desenvolvimento do desafio e a possível implementação. A avaliação dos produtos finais ficará a cargo de júris especializados nas temáticas trabalhadas que selecionarão os 3 melhores desenvolvimentos.

Para Luis Eliécer Cadenas, o Hackathon é uma resposta ao desafio de explorar com eficiência a conectividade do BELLA. “Eventos como este são o ápice de um longo processo de colaboração entre América Latina e Europa, que culminou em BELLA. Mas não basta ter conectividade; é preciso explorá-la de forma eficiente e o Hackathon vem responder a isso. O Copernicus é essencial para enfrentar muitos dos problemas da nossa região, como as alterações climáticas, e promover a utilização dos seus dados é um compromisso de todos”.

A semana de atividades do Hackathon continuou na quarta-feira, dia 5, com a primeira Conferência do dia. Na ocasião, Jaime H. Ortega, do Centro de Modelagem Matemática da Universidade do Chile, fez a apresentação "Programa de Satélites Copernicus: Como os satélites nos ajudam no dia a dia?"

O BELLA Hackathon: Development of Copernicus Innovation é uma iniciativa da Cooperação Latino-Americana de Redes Avançadas (RedCLARA) e do Projeto BELLA II, em aliança com a rede avançada pan-europeia GEANT e o Programa Copernicus. Para obter todas as informações sobre o Hackathon, visite https://bella-programme.eu/index.php/es/user-events/hackathon-copernicus-innovation-development e fique atento às redes sociais de BELLA e RedCLARA.

Reconhecimento

BELLA II recebe financiamento da União Europeia através do Instrumento de Vizinhança, Desenvolvimento e Cooperação Internacional (NDICI), ao abrigo do acordo número 438-964 com a DG-INTPA, assinado em dezembro de 2022. O período de implementação dE BELLA II é de 48 meses.

Contato

Para mais informações sobre BELLA II, entre em contato conosco:

redclara_comunica@redclara.net

© Copyright 2017 . All Rights Reserved